Cidadãos colaboram com controlo de fluxo de pessoas nos mercados, mantendo uma boa ordem

   
Data de Publicação: 11/07/2022

O Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) avalia constantemente a situação real do fluxo de pessoas em todos os mercados, adopta medidas de controlo para reduzir a aglomeração de pessoas e disponibiliza acessos especiais destinados a idosos e pessoas com dificuldades de mobilidade. Os cidadãos colaboram com as medidas, entrando de forma bem ordenada nos mercados, onde está a ser mantida uma ordem satisfatória, em geral. Trabalhadores do Instituto reforçam também a fiscalização dos preços dos produtos vendidos nos mercados públicos, tendo verificado que os preços estão estáveis e sem oscilações.

Nos mercados com maior fluxo de público, nomeadamente Mercado do Patane, Mercado de Iao Hon e Mercado de S. Lourenço, o IAM, de acordo com a situação no momento, coloca grades para o público fazer fila e entrar nos mercados ordenadamente, conforme as instruções dos trabalhadores. Além disso, disponibiliza acessos especiais destinados a idosos e pessoas com dificuldades de mobilidade. Todos os cidadãos colaboram com as medidas, mantendo o funcionamento geral bem ordenado. Presentemente, as horas de pico do Mercado do Patane ocorrem aproximadamente entre as 8h00 e as 11h00, enquanto no Mercado de Iao Hon e no Mercado de S. Lourenço concentram-se principalmente nos períodos das 9h00 às 12h00 e das 16h00 às 18h00. O IAM apela aos consumidores para se deslocarem aos mercados fora do período de pico e manterem um distanciamento social de um metro durante a espera em fila. 

Além disso, no Mercado do Patane estão colocadas placas indicativas no fim das filas, distinguindo claramente as entradas para o mercado e a área de testes de ácido nucleico. Nas imediações do Mercado do Patane, encontra-se o Mercado Vermelho provisório. Os cidadãos podem ir fazer compras neste mercado provisório, a fim de dispersar o fluxo de pessoas.