Grupo de apoio à subsistência apela a familiares e amigos de residentes das zonas de código vermelho para não entregar bens não essenciais

  
Data de Publicação: 04/07/2022

O grupo de apoio à subsistência continua a prestar apoio aos residentes das zonas de código vermelho na alimentação e na recolha domiciliária de lixo, no sentido de combater, em conjunto, a epidemia. Além disso, todos os dias, das 15h00 às 17h00, o grupo de apoio à subsistência entrega os materiais necessários e urgentes deixados pelo familiares e amigos no “posto de distribuição de materiais”, como medicamentos, leite em pó, produtos de higiene pessoal, produtos de limpeza e desinfecção, entre outros.

Actualmente, o período de isolamento e controlo não é muito longo, e todos os moradores das zonas de código vermelho vão receber pacotes de alimentos com massas e alimentos em lata, bem como pacotes de legumes e carnes congeladas suficientes para consumo de três pessoas por dois dias. Assim, apela-se aos familiares e amigos dos residentes das zonas de código vermelho para não entregarem objectos não urgentes de subsistência, de modo a não prejudicar o trabalho normal do Grupo de apoio à subsistência, solicitando-se ainda aos cidadãos para terem em consideração os encargos do pessoal da linha de frente e colaborarem com os trabalhos de prevenção de epidemia.

A lista dos artigos não urgentes à subsistência e que não serão entregues:

l  Bebidas alcoólicas: cerveja, vinho tinto e vinho branco, etc.;

l  Bebidas recreativas: bebidas engarrafadas ou em lata, chá com leite e sagu, ou outras bebidas similares;

l  Alimentos perecíveis: carnes frescas ou congeladas, gelado, sushi, etc.;

l  Alimentos takeaway;

l  Outros: cigarros, arroz em sacos de 10 kg ou mais, garrafão de água, electrodomésticos, flores frescas, bicicletas estáticas, etc.