IAM valoriza a qualidade das obras e reforça a monitorização

Data de Publicação: 24/09/2020

O Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) está altamente atento ao incidente respeitante aos ferimentos causados a cidadão devido ao desprendimento do reboco das instalações para lavagem de mãos na Barragem de Hác-Sá, tendo sido apresentada solidariedade aos feridos. O IAM reitera a importância que dá à qualidade das obras por si efectuadas, prometendo que reforçará a vistoria das obras e a monitorização respeitante à qualidade das mesmas, integrando também a fixação de mármore na lista dos itens prioritários de vistoria. No que diz respeito aos materiais, este Instituto usará critérios mais rigorosos na escolha deles, levando em consideração o meio ambiente e as condições das instalações, tendo por objectivo evitar a repetição da mesma ocorrência. A par disso, este Instituto procede uma inspecção generalizada às instalações para lavagem de mãos em todos sanitários existentes, prevendo-se que a inspecção fique concluída esta semana, até ao presente momento não tendo sido detectada qualquer anomalia. Após a ocorrência, o IAM vedou e encerrou imediatamente as instalações em causa. As averiguações preliminares indicam que a ocorrência tenha origem na qualidade insuficiente da obra. Caso seja comprovada a insuficiente qualidade da obra executada pelo empreiteiro, proceder-se-á certamente ao apuramento de responsabilidades. Paralelamente, o IAM suspender-lhe-á a adjudicação de obras por um período de 6 meses.