Dada grande afluência aos mercados do Iao Hon e do Patane, apelo lançado aos cidadãos para irem aos mercados faseadamente para articular com controlo de fluxo de pessoas

  
Data de Publicação: 10/07/2022

Após a avaliação da situação real do fluxo de pessoas nos diversos mercados, o Instituto para os Assuntos Municipais (IAM), hoje (dia 10), adoptou medidas de controlo de fluxo de pessoas e montou, de imediato, filas de espera no exterior dos mercados para organizar a entrada ordenada dos cidadãos naqueles recintos para fazer compras. Os cidadãos estão a cooperar com as orientações dos trabalhadores, fazendo com que o funcionamento geral esteja a correr bem e de modo ordenado.

O Mercado Municipal do Bairro Iao Hon e o Mercado do Patane atraem um grande número de pessoas e os horários de pico são bastante concentrados. O período de pico do fluxo de pessoas no Mercado do Patane é, aproximadamente, das 8h00 às 11h00, ao passo que no do Iao Hon se concentra principalmente entre as 9h00 e as 12h00, e entre a 14h00 e as 16h00. O IAM apela aos consumidores para irem aos mercados faseadamente; ao fazerem filas, devem manter um distanciamento social de um metro.

Já foram puxados cintos de separação na periferia dos dois mercados em causa. Foi colocada placa de indicação no final da fila no Mercado do Patane, para distinguir claramente as áreas das filas para entrada no mercado e para realização de teste de ácido nucleico. Aliás, existe a alternativa do Mercado Provisório de Almirante Lacerda perto do Mercado do Patane, pelo que o Instituto apela aos cidadãos para optar por este, para conseguir desviar o fluxo de pessoas.

 É suficiente e estável o fornecimento de produtos alimentares frescos e vivos em Macau. Os diversos mercados estão abertos diariamente ao público, durante o seu horário de funcionamento, pelo que não é necessário que os cidadãos comprem e acumulem mantimentos de forma excessiva.