Tanque de terra húmida da Avenida da Praia na Taipa aberto ao público durante feriados e festividades

   
Data de Publicação: 28/01/2022

Para dar aos habitantes a oportunidade de vivenciarem o contacto directo e harmonioso com a Natureza, e em resposta ao Dia Mundial das Zonas Húmidas, o Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) decidiu permitir o acesso do público a toda a área do tanque de terra húmida do lado oeste da Avenida da Praia, a partir de 29 de Janeiro, durante feriados e festividades, das 9h00 às 17h00.

Actualmente, o tanque de terra húmida do lado oeste da Avenida da Praia é uma das zonas ecológicas mais importantes de entre todas as terras húmidas da Avenida da Praia. Após o aperfeiçoamento contínuo ao longo dos anos, a biodiversidade da zona tem enriquecido, contribuindo para o local se tornar um atractivo centro de repouso de muitos pássaros de floresta, garças, libelinhas e borboletas. De modo a facilitar a aquisição de conhecimento pelos cidadãos, através do seu acesso à biodiversidade das terras húmidas a oeste da Avenida da Praia, existem ali placas, colocadas pelo IAM, a exibir informações elementares acerca das aves, dos insectos e das plantas aquáticas existentes. Em cada placa, há um código QR, que os visitantes podem ler, permitindo-lhes aceder a uma base de dados contendo informações científicas pormenorizadas acerca dos animais e plantas de Macau.

As zonas húmidas são zonas de transição, que ligam o ecossistema terrestre ao ecossistema aquático, sendo conhecidas como um dos três ecossistemas mais importantes do mundo, juntamente com as florestas e os oceanos. Têm funções como purificação da qualidade da água, acumulação de água, sedimentação e promoção da circulação de nutrientes. Também conhecidas como os rins do planeta, é um ecossistema que possui elevada biodiversidade. O Dia Mundial das Zonas Húmidas celebra-se no dia 2 de Fevereiro de cada ano. O tema deste ano é “Amor pelas terras húmidas e coexistência harmoniosa entre o ser humano e a natureza”, com o objectivo de salientar a urgência de acções de conservação das terras húmidas por parte da sociedade humana, mostrando assim a importância das zonas húmidas para a luta contra as alterações climáticas e para a concretização dos objectivos da biodiversidade e do desenvolvimento sustentável. Embora a área das terras húmidas de Macau seja pequena e contígua ao espaço urbano, a biodiversidade das zonas húmidas fornece suficiente fonte alimentar para as aves, atraindo todos os anos um grande número de aves para aqui procurarem alimento e se reproduzirem, desempenhando um papel importante na manutenção do equilíbrio ecológico de Macau.

O IAM tem procurado conservar os recursos biológicos do território, apelando aos cidadãos para que, ao apreciarem a beleza da Natureza e respirarem ar fresco, se mantenham em silêncio, não incomodem o habitat biológico e mantenham a higiene ambiental. Também não podem esquecer-se igualmente de levar o lixo que tenham produzido, para assim cumprirem o estipulado no Regulamento Geral dos Espaços Públicos e em outras normas, contribuindo em conjunto para proteger a Natureza.