Grupo de apoio à subsistência apela a moradores das zonas de código vermelho para cooperarem com trabalhos de prevenção epidémica

   
Data de Publicação: 12/07/2022

Actualmente, muitos edifícios em Macau estão classificados como zonas de código vermelho, devendo os seus moradores seguir as orientações de prevenção epidémica e higiene, mantendo-se em isolamento em casa, ter atenção à higiene pessoal e do ambiente, dispor adequadamente do lixo doméstico, e cooperar com os trabalhos de prevenção epidémica.

Durante o período em que o grupo de apoio à subsistência prestou serviços de apoio aos moradores de zonas de código vermelho, foi constatado que, em certos edifícios controlados e selados, como: 2.ª fase do Edf. San Mei On, Edf. Lok Fu Garden, Edf. Son Lei, etc., alguns indivíduos, sem cumprir as orientações higiénicas e conselhos do pessoal de prevenção epidémica, saíram do domicílio sem autorização, andaram pelo corredor do prédio sem máscara, descartaram lixo doméstico de forma inadequada e até se apropriaram de materiais de subsistência de outrem. O grupo reitera que é da responsabilidade dos moradores a manutenção da ordem pública no edifício, bem como a higiene ambiental dos espaços comuns. Durante o período em que o edifício está a ser controlado e selado, os moradores dos edifícios de código vermelho estão estritamente proibidos de deixar as suas casas sem autorização, circular no hall de entrada, nos corredores ou escadas do edifício e fazer visitas, a fim de diminuir o risco de transmissão do vírus. Ao mesmo tempo, devem descartar o lixo doméstico correctamente e de acordo com o horário designado, devidamente embalado para evitar vazamento, evitar colocar o lixo de fora junto da porta muito cedo ou deixar lixo nos corredores, escadas, saguão e átrios, para reduzir o risco de transmissão da doença pela comunidade. Entretanto, não descartar resíduos de móveis e eletrodomésticos e outros artigos diversos, no sentido de não atrapalhar o trabalho normal do pessoal responsável pela limpeza.

O grupo fornece suporte básico de vida aos moradores das zonas controladas e seladas, incluindo a alocação regular de pacotes suficientes de alimentos com vegetais e carnes congelados para cada família e a transferência de suprimentos de emergência em nome das famílias e amigos dos moradores. O Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) recolhe o lixo doméstico em cada domicílio, das 18h00 às 20h00, todas as noites e, ao mesmo tempo, realiza a limpeza e desinfecção dos espaços públicos do edifício. Solicita-se aos residentes que tenham em consideração o fardo da equipa da linha de frente e cooperem com os trabalhos de prevenção epidémica.