IAM apela à realização de culto em horários desfasados e cumprimento das medidas de prevenção epidemiológica

   
Data de Publicação: 25/03/2022

Com a aproximação do Cheng Ming (Dia de Finados) e para conveniência dos cidadãos e melhor coordenação dos trabalhos de prevenção epidemiológica, o Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) irá prolongar, de 26 de Março a 10 de Abril, o horário de funcionamento dos cemitérios municipais, nos sábados, domingos e no dia de Cheng Ming (5 de Abril). O IAM apela aos cidadãos para realizarem o culto em horários desfasados e cumprirem as orientações de prevenção epidemiológica, reduzindo assim o risco de propagação de doenças devido à aglomeração de pessoas. Simultaneamente, os cidadãos também podem consultar na página electrónica do IAM a situação do fluxo de pessoas nos cemitérios municipais, a fim de agendar adequadamente a sua hora de visita.

A fim de conseguir uma melhor triagem e evitar a aglomeração de pessoas, o IAM irá prolongar o horário de funcionamento dos cemitérios municipais sob a sua gestão, nos dias 26 e 27 de Março, e a 2, 3, 5, 9 e 10 de Abril, das 7h30 às 19h00. O IAM apela aos cidadãos para que realizem culto aos antepassados em diferentes períodos, preferencialmente em períodos com menos fluxo de pessoas. Ao mesmo tempo, os cidadãos podem visitar a página electrónica “Número de Pessoas à Espera na Porta Principal dos Cemitérios Municipais” do website do IAM (www.iam.gov.mo), para consultar as informações sobre o número de pessoas à espera, de modo a poderem organizar, de forma flexível, a hora de visita a sepultura.

O IAM irá seguir rigorosamente as orientações dos Serviços de Saúde, sendo que os cidadãos devem realizar obrigatoriamente a leitura do código QR do local, exibir um código de saúde verde e medir a temperatura corporal, ao entrarem nos cemitérios municipais, e devendo também, obrigatoriamente, usar máscara durante toda a visita. O IAM destacará seguranças nas entradas e saídas dos cemitérios municipais, a fim de medir a temperatura dos cidadãos e manter a ordem. Algumas entradas e saídas serão fechadas e serão implementadas medidas de controlo de fluxo de pessoas, consoante a situação. No acto de culto, os cidadãos devem manter uma distância social adequada entre si, mantendo uma boa higiene pessoal e salubridade ambiental, e nos cemitérios também estão instalados torneiras para que possam lavar as mãos. Os diferentes agregados familiares de uma mesma família devem evitar a visita ao mesmo tempo, reduzindo assim a concentração de pessoas e devendo reduzir, tanto quanto possível, o tempo para a realização da cerimónia de culto para menos de 30 minutos. O IAM solicita a colaboração aos cidadãos, para prevenir em conjunto a epidemia.

Antes de Cheng Ming, o IAM já procedeu à exterminação de mosquitos e à remoção de ervas nos cemitérios municipais e instalou sanitários amovíveis em alguns cemitérios, com vista a satisfazer as necessidades dos cidadãos. Durante o Cheng Ming, serão destacados mais trabalhadores para o tratamento das oferendas e do lixo do local. O IAM irá também transmitir nos cemitérios gravações para chamar a atenção dos cidadãos relativamente ao fogo e tratamento de incensos e velas, para que queimem papéis votivos em local adequado e não coloquem incensos e velas ainda não completamente apagados nos contentores de lixo, além de limparem as oferendas e águas estagnadas nas garrafas, bem como para a proibição de queimar panchões. Além disso, o IAM irá acompanhar de perto a salubridade dos cemitérios e das instalações de uso público neles existentes, reforçando-se a limpeza das instalações públicas, incluindo a das maçanetas, torneiras e autoclismos nos sanitários, com lixívia, de modo a assegurar a salubridade.

Antes e depois do Cheng Ming, o IAM divulga para o público as orientações sobre a prevenção da epidemia e cuidados a observar para o culto, através da televisão, rádio, plataforma publicitária de autocarros, WeChat e emissão periódica de gravações sonoras nos cemitérios municipais, entre outros meios.