IAM apela ao sector alimentar para prevenir riscos para segurança alimentar durante passagem do tufão

  
Data de Publicação: 12/10/2021

Devido à aproximação do tufão Kompasu a Macau, prevê-se que o tempo se irá tornar instável. O Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) apela aos responsáveis dos estabelecimentos de produção alimentar nas zonas mais baixas para que tomem as devidas medidas para prevenir inundações e quebra de energia e proteger adequadamente produtos alimentares e mercadorias, a fim de evitar a contaminação.

Na eventualidade de os produtos alimentares e estabelecimentos serem afectados por inundação ou quebra de energia, as lojas não podem fornecer ou vender a terceiros produtos rejeitados, corrompidos ou deteriorados. Caso contrário, poderão ser acusadas de violação da Lei de Segurança Alimentar. Uma vez constituído crime devido às condutas ilícitas acima referidas, será aplicável uma multa de até 600 mil patacas ou uma pena de prisão até cinco anos. Além disso, os estabelecimentos devem tomar as medidas posteriores adequadas, procedendo à sua limpeza e desinfecção completa, para evitar o risco de surto de doenças de origem alimentar provocadas por géneros alimentícios contaminados ou grave insalubridade ambiental. O sector alimentar deve esforçar-se por colaborar com os trabalhos de segurança alimentar, embrulhando bem os produtos alimentares rejeitados e transportando-os para a Central de Incineração, para que não sejam recolhidos por outras pessoas, o que poderia afectar a segurança alimentar e a sanidade pública.

A par disso, os géneros alimentícios afectados por inundação ou quebra de energia que sejam alvo de rejeição podem causar riscos para a segurança alimentar, pelo que não é aconselhado o seu consumo. Neste sentido, o IAM alerta os cidadãos para que não aceitem nem adquiram produtos contaminados. Logo que se verifique alguma situação que cause desconfiança, podem ligar para apresentar denúncia através da Linha aberta sobre Segurança Alimentar do IAM, através do número de telefone 2833 8181.

O IAM elaborou as respectivas orientações e uma série de informações com imagens e vídeos educativos e carregou-as na página temática Instruções de Segurança Alimentar após a Ocorrência de Quebra de Energia ou Inundação, no website www.foodsafety.gov.mo. O sector alimentar e os cidadãos são bem-vindos a consultar as sugestões e regras apresentadas em relação a segurança da água para consumo e dos produtos alimentares, limpeza e desinfecção, manutenção posterior, entre outros, a fim de proceder conjuntamente à prevenção contra riscos eventuais para a segurança alimentar e à recuperação higiénica posterior.