Produtos alimentares sem anormalidades segundo inspecções aleatórias regulares do primeiro trimestre de 2021

  
Data de Publicação: 30/04/2021

O Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) tem realizado, de forma contínua, as inspecções aleatórias e supervisão da segurança alimentar, para avaliar os riscos alimentares dos produtos alimentares à venda nos mercados e as suas condições de higiene. Foi recolhido aleatoriamente um total de 459 amostras alimentares no primeiro trimestre deste ano, para análise, e nenhuma delas mostrou resultado anormal.

     As 459 amostras alimentares que foram sujeitas às inspecções aleatórias no primeiro trimestre incluíam 191 amostras de produtos alimentares em geral à venda nos mercados e 268 amostras de produtos alimentares do sector da restauração, sendo que os pontos de inspecção aleatória abrangeram estabelecimentos de comidas, lojas takeaway, supermercados, mercearias e centros comerciais nas diversas zonas de Macau. Todas as amostras alimentares não apresentaram resultados anormais nas análises químicas, microbiológicas e de nível de radiação. Os itens das análises microbiológicas envolvem bactérias patogénicas comuns, como salmonelas, as análises químicas são focadas nos metais pesados, aditivos alimentares e resíduos de pesticidas entre outros, enquanto as análises radiológicas têm como alvo substâncias radioactivas, como césio e iodo. 

A fim de prevenir e reduzir os riscos para a segurança alimentar, o IAM adverte os exploradores de produtos alimentares de que devem respeitar a “Lei de segurança alimentar” e os respectivos regulamentos na exploração da sua actividade, escolher fornecedores confiáveis na aquisição de produtos alimentares, recusar comprar produtos alimentares de fontes desconhecidas, e proceder adequadamente ao armazenamento e à exibição. Aquando da produção alimentar, deve-se prestar atenção à higiene pessoal e controlar, de forma apropriada, o tempo e a temperatura dos produtos alimentares em cada processo, em particular, descongelamento, cozinha, arrefecimento e armazenamento, bem como manter registos de entrada de mercadorias e venda, para que seja mais fácil rastrear a origem dos produtos alimentares em causa, quando necessário. Se houver dúvidas sobre a segurança da higiene dos produtos alimentares, estes não devem ser comprados nem vendidos. O IAM continuará a realizar inspecções aleatórias e supervisão de segurança alimentar. Assim que se verifiquem riscos potenciais para a segurança alimentar, serão adoptadas medidas de prevenção e controlo, conforme os níveis de risco, em conformidade com a Lei de segurança alimentar, como detenção e destruição de produtos alimentares desqualificados e ordenamento de suspensão de negócios para reorganização.

Ao mesmo tempo, o IAM apela aos cidadãos para que adquiram produtos alimentares em lojas confiáveis e higiénicas. Na compra de produtos alimentares pré-embalados, devem prestar atenção à data de validade e verificar se a embalagem está intacta. Ao comprar comidas instantâneas, devem observar o estado de higiene dos recipientes de produtos alimentares e dos trabalhadores da loja. A par disso, com a chegada do Verão em Macau, o tempo torna-se quente e húmido, o que favorece o crescimento e reprodução de microorganismos, pelo que o Instituto adverte os cidadãos para prestarem atenção ao armazenamento correcto dos produtos alimentares. Por exemplo, se os produtos alimentares estão armazenados num ambiente seco, deve evitar-se a luz solar directa; os produtos alimentares pré-embalados devem ser armazenados apropriadamente, de acordo com a forma de conservação indicada na embalagem; e os produtos alimentares devem ser armazenados correctamente no frigorífico, para evitar a sua deterioração devido ao armazenamento ou tratamento incorrectos.

Os resultados das inspecções dos produtos alimentares regulares do primeiro trimestre do corrente ano já foram carregados na Rede de Informações da Segurança Alimentar (www.foodsafety.gov.mo), e os cidadãos e operadores são bem-vindos a visitar a Rede de Informações da Segurança Alimentar ou descarregar a aplicação de telemóvel Informação sobre Segurança Alimentar, para consultar mais informações relacionadas com a Segurança Alimentar.