Grupo de subsistência e apoio distribui antecipadamente a moradores dos edifícios vedados pacotes de alimentos para enfrentar tufão

Data de Publicação: 30/06/2022

Em resposta à possibilidade de tempo instável trazido ao Território pela tempestade tropical “Chaba” e a fim de proporcionar a preparação contra o tufão aos moradores dos edifícios vedados, o Grupo de subsistência e apoio antecipa a distribuição, a essas pessoas, de pacotes de alimentos com legumes e carnes congeladas ou pacotes de alimentos de emergência, hoje (dia 30), para servirem de alimentos de reserva para quando os pacotes de alimentos com legumes e carnes congeladas ou marmitas não puderem ser entregues a domicilio após a chegada do tufão.

De acordo com as previsões da Direcção dos Serviços Meteorológicos e Geofísicos, influenciadas pela “Chada”, os ventos na região, no final da semana, vão intensificar-se, com aguaceiros fortes e trovoadas. Tendo em conta a segurança pública, o Grupo de subsistência e apoio evacua as tendas ao ar livre e as instalações temporárias nas zonas vedadas, consoante a situação real, e suspende os serviços de recolha de resíduos domésticos e a transferência dos alimentos e materiais de vida quotidiana. O Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) apela aos moradores para embalarem bem os resíduos domésticos e deixá-los em casa, não descartando-os ao acaso durante a passagem do tufão.

Os arranjos dos respectivos trabalhos já foram notificados, via telemóvel, aos moradores dos edifícios envolvidos, através de mensagens SMS, e o Grupo de subsistência e apoio tem vindo a acompanhar de perto a evolução do tempo em Macau. Os serviços acima referidos só podem ser retomados quando as condições o permitam. Caso sejam tomadas outras previdências, os moradores serão notificados via SMS.