Cães vadios invadiram parque natural e atacaram flamingos

  
Data de Publicação: 16/12/2021

Três cães vadios transpuseram ontem (dia 15 de Dezembro) as vedações do viveiro de flamingos no Parque de Seac Pai Van, em Coloane, invadiram a área de criação e atacaram as aves, matando seis e ferindo uma com gravidade. Como o espaço entre o parque e a colina é aberto, surgem ocasionalmente cães vadios no parque, cuja inspecção diária é reforçada pelos trabalhadores. Após a ocorrência do incidente, o Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) destacou mais pessoal para, além da inspecção regular, reforçar a verificação das instalações de protecção do parque e da frequência das inspecções, a fim de prevenir a ocorrência de casos semelhantes.

Ontem, por volta das 7h30, quando os trabalhadores de segurança do IAM procediam à patrulha regular da zona de criação de flamingos no Parque de Seac Pai Van, descobriram três cães vadios que haviam invadido o viveiro e atacado os flamingos, pelo que os trabalhadores de segurança intervieram imediatamente. Os três cães vadios fugiram sem deixar rasto. Quando os criadores chegaram ao local, após terem tomado conhecimento do sucedido, descobriram que tinham sido atacados sete flamingos, cinco dos quais morreram imediatamente, tendo os outros dois sofrido, nas costas e nas asas, mordeduras profundas, até aos ossos, que resultaram em graves ferimentos. Após socorro médico veterinário, um destes flamingos morreu esta manhã, enquanto o outro ainda se encontra em estado crítico. Os restantes 11 flamingos na área de criação não ficaram feridos.

Como os cães e gatos vadios têm o hábito de atacar outros animais e após uma inspecção in loco presume-se que os cães vadios transpuseram as vedações da zona de criação e atacaram os flamingos, provocando este incidente. O IAM, para além de enviar, de imediato, pessoal para efectuar inspecções regulares, reforçou, ainda, a inspecção às instalações de protecção existentes no parque, tendo ainda aumentado a frequência das inspecções do pessoal de segurança, a fim de prevenir a ocorrência de casos semelhantes.

Como o espaço entre o Parque de Seac Pai Van e a colina é aberto, cães vadios entram no parque ocasionalmente. O IAM apela aos cidadãos para que sejam donos responsáveis e não abandonem os seus cães nem alimentem os animais vadios, e procedam à esterilização dos animais o mais cedo possível, diminuindo a situação de animais abandonados a partir da fonte e, ao mesmo tempo, reduzindo a possibilidade de os outros animais sofrerem ferimentos.