IAM dedica-se ao reforço do controlo e conservação para prevenir “cancro das árvores” ou podridão radicular

   
Data de Publicação: 06/06/2022

Uma árvore de pagode do Parque Municipal da Colina de Mong Há infectada com podridão radicular já foi removida, porque as suas raízes e tronco apresentavam sinais de deterioração grave. O Instituto para os Assuntos Municipais (IAM), em conjunto com peritos do Interior da China, dedicam-se activamente ao melhoramento do ambiente de arborização de Macau. No entanto, como não existem germicidas que permitam prevenir e controlar eficazmente a podridão radicular, quando necessário, serão tomadas medidas de remoção das árvores que apresentem doenças graves ou constituam riscos para a segurança pública, recorrendo a meios como a remoção completa das raízes doentes, desinfecção dos solos e instalação de separação física, com vista a impedir ou aliviar a propagação das zonas infectadas. A podridão radicular afecta sobretudo as árvores nos parques municipais da Colina da Guia e da Colina de Mong Há, apesar de também terem sido registados alguns casos da mesma doença em outros parques ou passeios. Este Instituto continua a reforçar as fiscalizações, empenhando-se em fazer um bom trabalho de controlo e conservação das árvores. Uma figueira chinesa no Parque Municipal Mong Há Hill infectada com doença de raiz marrom foi removida, pois suas raízes e tronco mostraram sinais de deterioração grave....

Uma figueira chinesa no Parque Municipal Mong Há Hill infectada com a doença da raiz marrom foi removida, pois suas raízes e tronco mostraram sinais de deterioração severa.

...

無法載入全部結果

再試一次

正在重試...

正在重試...

No entanto, como não há germicida que possa prevenir e controlar eficazmente a doença da raiz marrom, é necessário remover árvores com doenças ou danos graves e que representem perigo para o público e parar ou aliviar a propagação da área infectada, limpando completamente as plantas infectadas.

However, as there is no germicide that can effectively prevent and control brown root disease, it is necessary to remove trees with serious disease or damage that pose a danger to the public and stop or alleviate the spread of the infected area by thoroughly cleaning the infected plants. .

No entanto, como não há germicida que possa prevenir e controlar eficazmente a doença da raiz marrom, é necessário remover as árvores com doenças ou danos graves e que representam perigo para o público e impedir ou aliviar a propagação da área infectada, limpando completamente as plantas infectadas.

However, as there is no germicide that can effectively prevent and control brown root disease, it is necessary to remove trees with serious disease or damage that pose a danger to the public and prevent or alleviate the spread of the infected area by thoroughly cleaning the plants. infected.

無法載入全部結果

再試一次

正在重試...

正在重試...

Também houve alguns casos em outros parques e árvores à beira da estrada.

...

Houve também alguns casos em outros parques e árvores à beira da estrada.

...

無法載入全部結果

再試一次

正在重試...

正在重試...

A podridão radicular é uma doença comum em árvores de Macau, causada por fungos bacterianos patogénicos. Os micróbios corroem a madeira, tornando-a leve, seca em estado esponjoso ou com apodrecimento de coloração branca. E os patógenos também destroem os tecidos encarregados de transferir a água e os nutrientes pelo organismo, resultando na perda de água, e das funções de absorção e transporte de nutrientes nas plantas. À medida que as bases e as raízes do tronco se deterioram, as árvores perdem completamente o seu suporte e correm o risco de desmoronar a qualquer momento.

Paralelamente, a podridão radicular pode ser transmitida por proximidade, através do contacto com as raízes patogénicas e os tecidos portadores de bactérias, o que constitui um perigo para as árvores e zonas florestais circundantes. Assim, ao encontrar árvores infectadas com podridão radicular, o IAM toma uma série de medidas de tratamento. Em caso de impossibilidade de cura, proceder-se-á à remoção das árvores que apresentem doença grave ou que ponham em causa a segurança pública.

As árvores infectadas com podridão radicular podem dividir-se em dois tipos: as de murchidão crónica e aguda. As plantas com murchidão crónica apresentam um aspecto marcado pelas folhas pouco densas e amareladas, e por uma redução no seu tamanho, enfraquecendo gradualmente, o que pode durar vários anos, desde a ocorrência da doença até à morte. As árvores que sofrem dessa murchidão crónica, desde o início da infecção pela doença até ao final, em que se apresentam completamente murchas, mantêm ainda assim uma parte significativa de folhas verdes no seu aspecto físico, tal como acontece com a árvore de pagode, que ainda consegue manter verdes a maior parte das suas folhas, e o seu aspecto exterior é aparentemente saudável, pelo que é difícil detectar a olho nu que a mesma está a sofrer de uma doença grave. Relativamente à murchidão aguda, as árvores podem murchar rapidamente, mas as suas folhas secas não caem de imediato. Esse processo, do amarelecimento das árvores até à murchidão completa, leva apenas de um a três meses.

Caso os cidadãos verifiquem a existência de anomalias nas árvores, são bem-vindos a telefonar para a Linha do Cidadão do IAM, através do número 2833 7676, ou apresentar as suas opiniões através do website do IAM em Contacto: https://app.iam.gov.mo/iamconnect.