Grafito no Edifício do IAM: Polícia já foi alertada para acompanhamento

Data de Publicação: 23/05/2019

Um trabalhador do IAM verificou no dia 23 de Maio que uma parede do Edifício do IAM sita na Rua do Dr. Soares, foi grafitada, tendo já sido efectuada a participação à Polícia, para o efeito de acompanhamento; comunicou-se, em simultâneo, ao Instituto Cultural a respectiva situação. O IAM solicitará o parecer ao Instituto Cultural e proceder-se-á ao acompanhamento do trabalho de reparação da parede do Edifício, após ser feito o devido ajuste com o procedimento da investagação da Polícia.    

O “Centro Histórico de Macau” foi inscrito na Lista do Patrimonio Mundial em 15 de Julho de 2005 pelo Comité do Património Mundial da UNESCO, sendo o Edifício do IAM uma das obras históricas integrantes do património arquitectónico do Centro Histórico de Macau. Nos termos das disposições da “Lei de Salvaguarda do Património Cultural”, é proibida a execução de inscrições ou de pinturas em bens imóveis classificados ou em vias de classificação, sendo os respectivos infractores punidos com multa de duas mil (MOP 2.000,00) a vinte mil (MOP 20.000,00) patacas. O IAM relembra o público que não deve grafitar indiscriminadamente, para evitar a violação da Lei e respectivas sanções.