IAM inicia campanha de limpeza comunitária para prevenção epidémica Recolhidas 1,5 toneladas de lixo nos edifícios da Zona Norte

   
Data de Publicação: 11/08/2022

Entrando na fase de normalização da prevenção epidémica, o Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) lançou a Campanha de limpeza comunitária para prevenção epidémica, especialmente nos edifícios baixos classificados com código vermelho e bloqueados para prevenção e controlo epidémicos, e executou os trabalhos de limpeza e desinfecção preventivas em vários edifícios da Zona Norte de elevada densidade populacional e com problemas relativos às condições higiénicas no seu interior. No dia da Campanha, foram recolhidas 1,5 toneladas de lixo e muitos moradores participaram voluntariamente, com vista a salvaguardar a salubridade pública e reduzir os riscos de novos surtos da epidemia no bairro.

Vários edifícios da Zona Norte que tinham sido sujeitos ao controlo epidemiológico têm sido alvo de atenção da sociedade. Muitos cidadãos e associações queixaram-se da existência de problemas higiénicos nestes edifícios e, apesar de o IAM já ter limpado grande quantidade de lixo durante o combate da epidemia, vários objectos foram rapidamente empilhados nos espaços comuns dos edifícios, nomeadamente, nos pátios, terraços e ao fundo das escadas, após o desbloqueio. Considerando o impacto na saúde pública comunitária, especialmente em termos da prevenção epidemiológica, o IAM volta a colaborar com a autoridade sanitária na execução das medidas de saúde pública e de prevenção de epidemias, enviando pessoal para proceder à pulverização de desinfectante, limpar escadas e corrimãos nos espaços públicos dos edifícios, recolher o lixo e limpar as vias públicas circundantes dos edifícios com jacto de água de alta pressão.

O IAM reitera que os moradores devem ter em consideração a saúde e a segurança públicas do seu ambiente habitacional, e que todos têm a responsabilidade de manter o espaço comum dos edifícios limpo e ordenado, cumprindo as orientações de prevenção epidemiológica e notificações de melhoria emitidas pelos Serviços de Saúde, não devem deitar lixo ao ar livre e devem adoptar medidas de limpeza adequadas, a fim de evitar o potencial risco de propagação epidemiológica na comunidade e para não prejudicar o trabalho geral de prevenção da epidemia.

Para consolidar ainda mais os resultados obtidos no combate à epidemia, o IAM vai, a partir deste mês e por um período de cinco meses, realizar a Campanha de Limpeza Comunitária para Prevenção Epidémica, de modo a reforçar a limpeza e a desinfecção dos bairros públicos e das instalações públicas, inspeccionando os edifícios baixos que tenham sido classificados com código vermelho e bloqueados para prevenção e controlo epidémicos e realizando desinfecção preventiva. O IAM, em conjunto com várias associações, vai iniciar actividades de limpeza nas diversas zonas, para que os cidadãos prestem mais atenção à limpeza comunitária, mantendo assim a salubridade pública e construindo uma forte linha de defesa contra a epidemia.