Fornecimento suficiente e estável de alimentos frescos e vivos com colaboração plena de Companhias “Nam Kwong” e "Nam Yue" e dos sectores locais

   
Data de Publicação: 02/07/2022

Durante esta nova onda da pandemia, com a colaboração e apoio completos das Companhias "Nam Kwong" e "Nam Yue" e dos sectores de Macau, foi aumentada significativamente a quantidade de fornecimento de produtos alimentares frescos e vivos em Macau, mas a oferta e os preços têm-se mantido estáveis. Desde o dia 19 de Junho, foram fornecidos a Macau mais de 3500 toneladas de vegetais, bem como mais de 1500 toneladas de frutas, nove milhões ovos e 4700 suínos vivos, um aumento de 50% em comparação com o período anterior a esta onda da pandemia.

Além disso, relativamente aos pacotes de alimentos com vegetais e carnes congeladas, distribuídos aos moradores dos edifícios com código vermelho, pelo Grupo de subsistência e apoio, foi obtida a colaboração activa destas duas Companhias e dos sectores locais, com vista a garantir o fornecimento dos alimentos e a sua qualidade, assegurando a satisfação das necessidades dos moradores com código vermelho a nível de alimentos básicos.

Os motoristas transfronteiriços têm cumprido um papel indispensável para assegurar o fornecimento estável de produtos alimentos frescos e vivos a Macau. Recentemente, o Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) elaborou vários planos prévios de emergência, juntamente com as referidas duas Companhias . Após o aparecimento da nova onda da epidemia, os planos prévios já foram activados imediatamente, ao passo que as  duas Companhias implementam a gestão rigorosa em “circuito fechado” para os motoristas transfronteiriços. Estes devem ser sujeitos a teste de ácido nucleico uma vez por dia, trabalhar com código e medir a temperatura corporal, ao passo que é executada uma gestão de “uma linha com três pontos” para ligar ao local de residência, ao local de recolha de mercadorias e ao Território, e são levados a cabo diariamente os trabalhos de desinfecção para os veículos envolvidos, no sentido de garantir que o transporte de produtos alimentares frescos e vivos a Macau não seja afectado, e que o seu fornecimento seja proporcionado em quantidade suficiente e estável.