IAM exige a vendilhões teste rápido de antigénio diário

   
Data de Publicação: 27/06/2022

O Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) exige aos vendilhões dos diversos mercados e zonas de vendilhões a conclusão diária do teste rápido de antigénio para Covid-19, como condição obrigatória para poderem operar as suas bancas, ao passo que os fiscais continuam a reforçar os trabalhos de inspecção. Em simultâneo, continuam a ser transmitidas mensagens promocionais sobre a prevenção epidémica nos diversos mercados e zonas de vendilhões, apelando ao público para cooperar com os trabalhos de prevenção epidémica e reduzir a concentração de pessoas. Aliás, os guardas de segurança posicionados nas portas dos mercados, fornecem também  desinfectantes aos cidadãos que queiram entrar nos mesmos, com vista a continuar a reforçar os trabalhos de prevenção epidémica.

Durante esta nova onda da pandemia, os fiscais do IAM têm reforçado, de forma constante, a revisão dos resultados dos testes rápidos de antigénio para Covid-19 efectuados pelos vendilhões, relembrando-lhes que, durante a realização dos trabalhos, devem cumprir rigorosamente as orientações de saúde e prevenção epidémica e tomar as devidas medidas de protecção e higiene pessoal, com vista a garantir a sua saúde e a dos consumidores.

Em simultâneo, o Instituto já se encontra a realizar trabalhos de limpeza nos diversos mercados, zonas de vendilhões e ruas circundantes diariamente durante o período do almoço, e aumenta a frequência das limpezas das instalações públicas, com uso de alvejante diluído, no sentido de garantir a higiene ambiental.