IAM organiza campanha de limpeza comunitária para prevenção epidémica com cooperação do Governo e associações para consolidar resultados do combate à epidemia

 
Publish Date: 07/08/2022

Para consolidar ainda mais os resultados obtidos no combate contra a epidemia, o Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) em conjunto com os Serviços responsáveis pela Saúde e várias associações, a partir de amanhã (dia 8) organiza em duas fases, uma Campanha de limpeza comunitária para prevenção epidémica. A iniciativa será levada a cabo através da realização de uma série de trabalhos, como o reforço da limpeza e desinfecção nos arruamentos públicos e instalações, a execução dos trabalhos concentrados de inspecção sanitária nos edifícios que foram classificados com código vermelho e bloqueados para prevenção e controlo da epidemia, e os trabalhos preventivos de limpeza e desinfecção, bem como da organização dos moradores para a limpeza dos edifícios e manutenção da salubridade pública, tudo isso visando contribuir para impulsionar os cidadãos de Macau a prestar atenção à limpeza comunitária, e a cuidar da saúde pública, construindo juntos uma linha de frente para a prevenção epidémica.

A Campanha de limpeza comunitária para prevenção epidémica, com o slogan “Não afrouxe a prevenção epidémica e participe na limpeza comunitária”, vai ser realizada durante cinco meses, tendo como fim permitir a todos os cidadãos de Macau participar num esforço conjunto para manter o ambiente geral da comunidade higiénico, erradicando os riscos potenciais de transmissão de epidemia, sob a normalização da prevenção epidémica. A primeira fase da campanha tem início amanhã, e o Instituto vai proceder, de forma concentrada, aos trabalhos de inspecção sanitária nos edifícios baixos, que foram classificados com código vermelho e bloqueados para prevenção e controlo epidémicos, e irá executar os trabalhos de limpeza e desinfecção preventivas em vários edifícios da Zona Norte de elevada densidade populacional e onde as condições higiénicas no interior dos edifícios o requeiram, com vista a reduzir os riscos de novos surtos da epidemia.

Depois do surgimento do surto epidémico ocorrido em meados de Junho, o IAM tem enviado mais trabalhadores e veículos de limpeza urbana, para circularem por diversas zonas de Macau, lavar passeios e ruas com alvejante diluído, por meio de pistolas de água de alta pressão, e limparem com alvejante diluído as instalações públicas nas diversas zonas, incluindo os corrimãos dos elevadores públicos, abrigos de autocarros, placas colocadas nas paragens de autocarros e parquímetros. Além disso, os trabalhadores do Instituto pulverizam desinfectante nas bocas de esgotos públicos, nos corrimãos e gradeamentos junto aos passeios, e são organizadas equipas especificas para aumentar a frequência dos trabalhos de limpeza e desinfecção nas zonas de vendilhões, nos mercados e sanitários públicos onde existe maior concentração de pessoas, no sentido de envidar esforços por manter o ambiente dos arruamentos limpo e higiénico. Os trabalhos acima referidos continuam a ser realizados a par da normalização da prevenção epidémica.

A segunda fase da campanha será realizada entre os meses de Setembro e Dezembro. Através da cooperação entre Governo, associações e cidadãos, diversas medidas de saúde pública serão implementadas conjuntamente. Nessa altura, o Instituto irá iniciar, em conjunto com várias associações, a Campanha de limpeza comunitária para prevenção epidémica, nas diversas zonas do Território, organizando os moradores para proceder à limpeza nas instalações públicas da zona, no sentido de elevar a consciência pública em relação à prevenção epidémica e saúde pública. Ao mesmo tempo, será reforçada a educação promocional e os moradores serão incentivados a tomar a iniciativa de limpar o ambiente dos edifícios e manter, de forma contínua, a salubridade pública, para construir edifícios saudáveis e evitar o ressurgimento da epidemia.

A prevenção epidémica é sujeita à participação conjunta e cooperação activa de todos os moradores. O IAM apela aos moradores para elevar a consciência de prevenção epidémica e a cívica, prestar atenção à higiene pessoal e pública na vida quotidiana, mantendo a comunidade limpa. E através de uma série de actividades, são mobilizados esforços sociais e normalizadas as medidas de prevenção epidémica, para construir uma linha de frente para a prevenção epidémica.